A Vida é um Jogo

Bem-vindo!

Administrar uma empresa – ou a própria vida – é uma atividade que demanda conhecimento e atualização contante. As estatísticas do Sebrae demonstram uma mortalidade de empresas acima de 30% logo no seu primeiro ano de vida. Já enquanto gestores de nossas próprias vidas, atendo-me, aqui, apenas à questão financeira, muitos não conseguem encontrar o equilíbrio adequado entre suas receitas e despesas, e acabam colocando-se em situações complicadas. Seja uma empresa ou uma pessoa, o desafio nunca é simples, e é a soluções para estes desafios que eu venho me dedicando desde o início de minha carreira profissional. Sou economista por formação, especialista em administração financeira, e busquei águas holandesas para amadurecer meus conhecimentos em administração, compreender como funcionam outros 36 países, e buscar outros pontos de vista para problemas administrativos que, embora venham de outras realidades mundo afora, não se distanciam muito do que acontece em águas tupiniquins. Afinal, despesa maior que receita, em qualquer lugar do mundo, representa um problema, certo! Seja como consultor de empresas – inclusive credenciado pelo SEBRAE – ou professor em gestão empresarial, experiência profissional e estudo acadêmico sempre estiveram de mãos dadas em minha caminhada. A partir dessas experiências, criei esse blog para discutir questões relacionadas a economia e finanças, negócios e mercado, e empreendedorismo e pessoas, temas que fazem parte tanto das minhas vivências como gestor, consultor e professor. Seus comentários são muito bem-vindos.

Obrigado por sua visita!

 

Jogo de Empresas

Um projeto que venho desenvolvendo desde 2003 é o jogo de empresas. Simulações empresariais têm por objetivo treinar universitários, docentes, profissionais da área de administração de empresas e empresários na gestão de negócios. O jogo cria um ambiente fictício onde várias empresas concorrem entre si pelos consumidores em um determinado mercado. Com mais de 13 anos de experiência com jogos de empresas, eu atendo a três perfis de participantes:

  1. Jogadores individuais ou em grupo;
  2. Turmas de acadêmicos com ou sem mediador local;
  3. Grupos de jogadores em espaço empresarial, tendo o professor como mediador.

O jogo oferece excelente oportunidade para o profissional da área de gestão de empresas exercitar conhecimentos teóricos adquiridos em cursos de gestão estratégica de preços, gestão financeira ou de marketing, e nas disciplinas de estratégia executiva, planejamento estratégico e jogos de empresas, seja em nível de graduação ou pós-graduação. Para conhecer um pouco mais sobre o jogo, acesse www.jogodenegocios.com.br.

Desenvolvimento de Pessoas

Vivemos, hoje, a Era do Conhecimento na qual, segundo o guru da administração do século XX, Peter Drucker (2000), “diferentemente da Era Industrial, nesta nova sociedade a criação e gerenciamento do conhecimento serão fatores decisivos no ambiente competitivo”. Além disso, diferentemente do passado, nos dias de hoje onde a oferta profissional se tornou maior que a demanda, o desenvolvimento de uma pessoa está em suas próprias mãos, não podendo, mais, ser esperado que as empresas o façam.

Seguem abaixo alguns artigos sobre este tema.

v

Jogos de Negócios como Ferramenta para a Construção de Competências Essenciais às Organizações

A par de outros fenômenos incontroláveis, a competência de gestão coloca-se no intermédio das relações entre processos eficazes de formação profissional e organizações de alta performance. Utilizando uma abordagem que explora teoricamente os conceitos e a natureza da competência, o presente ensaio põe ênfase na reflexão a respeito dos jogos de empresas como ferramenta importante na formação profissional de administradores. Os jogos de negócios são simulações, em grande parte computadorizadas, utilizadas para simular a realidade empresarial num ambiente de sala de aula, sem o comprometimento de recursos e ao mesmo tempo trazendo situações-problema comuns no meio empresarial. A simulação empresarial se enquadra no que muitos autores chamam de aprendizagem vivencial que, aliada ao referencial conceitual, permite um processo de aprendizagem dinâmico e envolvente.

Negócios e Mercado

O contato direto com as empresas demonstra o quanto o conhecimento empírico deve andar de mãos dados com o conhecimento tácito. Seguem abaixo alguns artigos sobre este tema.

v

A Utilização de Jogos de Empresas no Ensino da Administração

Os jogos de empresas, primeiramente utilizados em universidades americanas na década de 50, têm se mostrado, a partir da década de 80, como uma alternativa didática altamente viável e muito utilizada no ensino superior brasileiro. Tal método, fortemente caracterizado pela aprendizagem vivencial, apresenta diversos elementos que complementam as técnicas de ensino tradicional. O caráter lúdico dos jogos somado ao ambiente fortemente participativo e centrado no educando, proporciona aos docentes uma possibilidade de aprendizagem satisfatória e efetiva.

v

A Menina do Vale

Uma cabeça cheia de ideias, um coração apaixonado por mudanças e mãos ávidas por iniciativa. Assim é Isabel Pesce Mattos, ou Bel Pesce, a “menina do vale”, por tudo o que descreve de sua vida, sua rotina e pelos feitos que realizou até agora. Das ideias da garota que aos 17 anos foi estudar no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) um dia já nasceram bijuterias e games, e hoje nasce uma empresa de tecnologia, a Lemon (aplicativo digital para finanças pessoais), e o livro on-line “A Menina do Vale”, que pode ser baixado gratuitamente pela internet, com seus aprendizados.

v

Empreendedorismo Sustentável

O termo ‘empreendedorismo’ nos remete a um perfil de comportamento pró-ativo, atento e aberto à aprendizagem, questões normalmente associadas ao mundo empresarial. No entanto, este comportamento pode ser utilizado em outros ambientes como em família, em casa, na escola e na comunidade. Oscar Motomura, consultor experiente, trata o tema com toda a importância que ele merece, e amplia a visão que devemos ter sobre um empreendedorismo sustentável.

Prof. Me. Jefferson Dias

  • Professor acadêmico e conteudista na área de gestão empresarial.
  • Consultor de empresas credenciado pelo SEBRAE MS (diagnóstico empresarial, gestão econômico-financeira e inovação).
  • Treinamento de pessoas através do site www.jogodenegocios.com.br.
  • Graduação: Economista.
  • Especializações: Administração Financeira / Gestão e Marketing Digital.
  • Mestrado Internacional em Administração.
  • Experiência profissional em empresas de pequeno e médio porte, segmentos de serviços, comércio varejista/atacadista e agropecuária.